terça-feira, 13 de julho de 2010

O Futebol para nós...

Jogar bem, ter um bom treinador, ter grande reputação, nada disso importa, o que vale mesmo e a vitoria. A derrota é uma decepção, sinal de despedida, agora só da próxima vez…

A copa do Mundo da FIFA o ápice do futebol mundial, neste ano foi na África do Sul terra de Nelson Mandela, à milhares de quilômetros de muitos lugares que pararam para assisti-la e graças a magia da tecnologia, os haitianos que tem o futebol como uma de suas maiores paixões, também puderam acompanhar os jogos. Olhando para frente da tela nós haitianos sofremos, sofremos e podemos até morrer por um time idealizado, nosso país não está disputando, não teríamos nenhum compromisso com a competição, mas cada haitiano está envolvido com a batalha campal, como se o time idealizado fosse sua própria seleção. Na sexta feira dia 2 de Julho a Copa aqui no Haiti tomou um rumo inesperado, com a derrota do Brasil para a Holanda por 2x1, quatro haitianos encontraram a morte. Dois fanáticos pelo KAKA se suicidaram, um teve uma parada cardíaca e outro foi morto pelo seu compatriota, segundo foi divulgado pela imprensa local.

Jean Jaccques. 26 anos Natural de Saint Marc no Haiti

Estudante de Turismo, Tradutor

video

Um comentário:

  1. Nossa Jacques, é impressionante o sentimento que o futebol causa nas pessoas. É um nacionalismo, ou, até mais do que isso... Uma paixão... e já que alguns de nós temos a possibilidade de viver tão poucas, acabamos sem domínio delas, não é mesmo? O problema é que se formos pensar a realidade dos jogadores, da FIFA, é tão distante da de todos que gostam e torcem com toda a sua emoção! É muito triste pensar que até nossa diversão é marcada por desigualdades.

    ResponderExcluir